Artigo

Como anunciar no Twitter?

Se o Twitter já estava crescendo antes da matéria de capa da Revista Época dessa semana sobre a ferramenta, imagine quantas pessoas estão começando a responder literalmente o que estão fazendo.

Por outro lado, o site já possui milhões de pessoas que produzem e indicam conteúdo para seus seguidores, não era difícil perceber que tanto as empresas quanto às agências de publicidade encontrariam uma forma de expor a sua marca entre uma twittada e outra.

É normal encontrar alguém elogiando ou criticando um produto ou serviço com apenas 140 caracteres sem precisar de uma “twittada patrocinada”. E dependendo do twitteiro, esta mensagem pode chegar a algumas milhares de pessoas. Então, como fazer propaganda sem correr o risco de ter vários unfollows no seu perfil?

No meu caso, o Twitter é a 3ª maior fonte de visitas deste humilde blog. A minha estratégia é twittar sobre os meus posts no “horário nobre” (a tarde), mas também deixo comentários sobre outros assuntos, como seriados, cinema e coisas interessantes que vejo por aí.

Como o sucesso do microblogging, algumas empresas estão surfando na onda e obtendo um relativo sucesso. Apesar de poucas pessoas responderem à minha pequisa informal, percebi que as empresas que tem o foco na web tem mais chances de sucesso que as offline. Enquanto no ano passado o perfil das Casas Bahia foi duramente criticado por enviar várias mensagens durante o dia, alguns perfis a serviço de empresas como o do Submarino e O Leitor Voraz chamam a atenção dos seus seguidores com seus links.

Alguns “perfis corporativos” já perceberam qual a melhor forma de serem acolhidos nesta rede social: lançando promoções exclusivas que estimulem a interação dos twitteiros, além de postar opiniões sobre a sua rotina e respondendo a todos que mandarem um replie. Desta forma, os seus seguidores passarão a sua mensagem espontaneamente, impactando os que seguem estas pessoas.

Apesar de estar prestes a completar três anos de vida, muita gente vai criando novas formas de se comunicar no Twitter. Cada vez mais o What are you doing? vai se tornando uma pergunta retórica para ser um verdadeiro point da informação. Divulgue seu produto e a sua marca, mas com moderação. Ninguém quer seguir um polishop em versão resumida, não é mesmo?

Update: Encontrei uma reportagem do Olhar Digital sobre o poder das mídias sociais (orkut, twitter, blip.fm, flickr e outros) e como ela está sendo aproveitado pela publicidade. Vale uma olhada.

Além disso, encontrei mais uma empresa fazendo promoção exclusiva no microblogging: a Garoto sorteando kits de Ovos de Páscoa. Saiba mais aqui

Deixe seu recado

24 Comentários

    1. Guto,

      Acho que não. Mesmo as empresas criando perfis com objetivo de divulgação, vc ainda pode escolher simplesmente não segui-lo.

      O bom do Twitter é a liberdade que você tem em escolher quais perfis merecem a sua atenção.

  1. O Twitter é ótimo porque serve para muitas coisas.. e porque cada um tem a liberdade de receber o conteúdo que quiser.. por isso as empresas precisam tomar cuidado para não fazer uso inadequado e acabar criando o rótulo de “empresa chata” enviando mensagens irritantes, o mundo real já está lotado disso!

  2. Um case que eu acredito que esteja dando bastante certo é o da Close up. Eles já tem 1055 followers, que mandam dezenas de mensagens por dia relativas às diversas promoções exclusivamente online que eles lançam.
    Vocês podem conferir no perfil deles: @maisperto.
    Uma das promoções que teve bastante repercussão, foi a que você tinha que criar uma frase usando “Eu quero ficar @maisperto…” e dizer algo do qual você gostaria de estar mais perto. Eles tiveram dezenas de milhares de respostas. E muita publicidade espontânea.

    Não acredito que isso vá tornar o Twitter “chato”. Concordo com o Caio que disse que no Twitter temos a opção de escolher quais perfis queremos seguir.
    Um ponto positivo para os anunciantes também, que podem segmentar muito melhor seu público-alvo.

    As “empresas chatas”, como disse a Mariely, tendem a aparecer, mas não tardarão a cair.

    @renatocamargo

  3. Este fenômeno é perfeitamente normal! Devemos escolher o que gostamos e descartar as coisas chatas, é assim que funciona, seja comercial ou não! O que importa é a criatividade e o bom senso. As empresas virão… E elas são insaciáveis!

  4. Acho que no twitter existem muitas pessoas que estão simplesmente passando e retweetando palavras inúteis, mas essa librdade como disse o @Caio Costa nos permite seguir apenas o que nos interessa, o que mais me interssa é seguir as agências e saber as novidades, aí vou conhecendo os trabalhos das empresas e pessoas interessantes por intermédio disso. Acho que o twitter é uma das melhores ferramentas de comunicação para os anuncuantes, o feedback da campanha vem segundos após a twitada…

    10 o post…

  5. olha cara achei um otimo post mais o que me deixa muito bravo e a falta de paciencia das pessoas o publico alvo pra cada empresa e um limite de idade mais tanto pai como filhos ou idosos e crianças e os adultos tbm são brasileiro que isso quer dizer pura ignorancia assim somos e quando entra um publisher os caras descem a lenha e dão unfollow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *