Artigo

Qual é o papel de um especialista em mídias sociais?

“Se blogueiro fosse Pokemón, o próximo estágio de evolução seria para especialista em mídias sociais”.

Twittei esta frase há alguns dias para ironizar a “primeira geração” de tal função, uma das mais novas criadas para a comunicação digital. O cargo também é conhecido como analista de mídias sociais e a @MissMoura explica neste post o que este profissional deve fazer de verdade além de saber navegar no Twitter, Orkut e outras redes sociais.

E como muitas agências e empresas ignoram os requisitos básicos relatados no post da MissMoura, vemos muitas ações sendo realizadas de forma equivocada e alguns atos que podem sujar a imagem do anunciante com poucas palavras. A seguir, dois casos recentes que ilustram o que estou dizendo.

Fail 1: Caso Vodafone

O Cardoso mostrou aqui como as redes sociais de grandes empresas não são gerenciadas por um profissional da área e sim pelo funcionário interno da empresa, que resolveu “desabafar” no Twitter oficial da companhia telefônica. Resultado: a empresa teve que se desculpar publicamente pela atitude do rapaz, pois no final das contas a mensagem foi passada com a imagem da Vodafone.

Fail 2: Bem Misteriosa

Esse caso ainda está rolando e pode servir de exemplo de como é importante o analista em mídias sociais ter conhecimentos em comunicação.

Ela começou com um teaser no meio do Big Brother Brasil e continuou na internet no endereço mostrado no final do comercial.

Querendo aproveitar o hype do Twitter e explorar a curiosidade das pessoas, prometeu quanto mais a tag #bemmisteriosa fosse twittada, a foto da gostosa atrás da fechadura se revelaria (veja mais detalhes e updates sobre o caso neste post do Sim, Viral). O que o anunciante e nem a agência esqueceram é que na internet teaser acaba com a paciência das pessoas e muita gente coloca os seus conhecimentos para descobrir de quem é o site, que segundo apontaram, pertence à uma funcionária da ID/TBWA e o DNS aponta para os servidores da Schincariol, cliente da agência.

Como descobriram que bastava mudar a hora no computador para revelar a foto, a informação se espalhou com uma velocidade impressionante e a tag #bemmisteriosafail tomou o 1º lugar nos Trending Topic brasileiro da tag oficial da campanha.

São nessas horas que um verdadeiro analista de mídias sociais deve entrar em ação para gerenciar essa crise e minimizar os efeitos dela. Mas o que se viu foram Tweets com erros de português e nenhuma atitude oficial para conter a “revolta” dos internautas. Caso queira debater mais sobre o assunto, visite o fórum da CampiDigital.

Como você viu, um analista em mídias sociais deve saber atuar como bombeiro para apagar incêndios imprevistos durante a campanha, pois ao contrário das campanhas nas “velhas mídias”, é preciso continuar a monitorá-la após a veiculação da mesma. E muita gente que se diz “especialista” não sabe como fazê-lo. Mas esses profissionais estão evoluindo, mesmo não sendo um Pikachu.

Deixe seu recado

11 Comentários

  1. Gostei muito do Post. Realmente existem por aí muitos “gurus” de redes sociais, prometendo mudar o ciberespaço. Mas o que ainda se esquece é que: A Internet é um meio dinâmico e redes sociais pede “interatividade” o case #bemisteriosa começou bem, ideia original, porém com a demora em divulgar a “personagem” o que poderia ser um case de sucesso, se mostrou o contrário. Um conselho para quem deseja atuar como analista de mídias sociais é ler muito, testar, observar e nunca concluir. Outra importante dica é: Escute o público, o que não acontenceu com o case mencionado acima. Ontem observando o debate, já havia chegado ao número X de seguidores e não foi divulgado, Marketeiros = Mistério de mais nas redes sociais não rola, vamos deixar para “chamadas” de novelas das 20hs.

  2. Eles não levaram em conta que, na internet, os usuários fazem o conteúdo e que eles são detentores do poder de decidir o que querem ver ou não (ao contrário da TV).
    Bastou pouco tempo e já haviam várias pessoas e bloggers investigando e descobrindo do que se tratava, como esse: http://www.Bladezero.com

    Será que ele acertou?

  3. Gostei da matéria, realmente tem muita gente dizendo que entende tudo de mídias socias e se esquecendo que além de entender como funciona é preciso saber como grenciar o fluxo de informação.

    Renata Arruda
    @RRenataarrudas
    Valorrp.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *