Sessao Nostalgia

Sessão Nostalgia: Benetton by Toscani

Um dos livros que mais gostei quando estava na faculdade foi A publicidade é um cadáver que nos sorri, de Oliviero Toscani. Na década de 1990, o cara era o responsável pelas campanhas da Benetton, que traziam algo raro na publicidade: a polêmica.

A obra traz relatos do próprio Toscani sobre os boicotes que a marca de pulôveres sofria pela peças que davam um tapa na cara na sociedade. Quando eu questionei se a publicidade pode salvar o mundo, certamente as criações de Toscani, pelo menos, faziam as pessoas pensarem em assunto delicados como racismo, morte, guerra, sexo, etc.

Além destas peças, você conferir outras aqui. Acho que o atual politicamente correto não daria chances de surgir um novo Toscani. Ou será que alguma agência e anunciante teriam tamanha coragem de desafiar a sociedade? Fica a questão.

Deixe seu recado

8 Comentários

  1. Para mim, estas campanhas são ícones; me remetem ao tempo de faculdade, quando comecei a estudar Publicidade na Católica, sendo ainda um curso novo(minha turma era a quarta), e tinha tanta facinação pela Publicidade. Hoje só vemos conceitos repetidos do passado e com certeza a hipocrisia do politicamente correto podou todo tipo de expressão! Eu só não vivia vestidade Benetton porque as roupas eram caras, mas adorava os anúncios!

  2. Um gênio!!! Não só pelos trabalhos, mas também pela capacidade de soltar o chinelo na forma com que,desde sempre, se faz publicidade de modo geral. “Oliviero”(Toscani), “Olivetto(W/Maccann),enfim…a publicidade mundial têm mais de um Pelé!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *