O Aprendiz 8

O Aprendiz 8: a prova do WTC

A sala de reuniões foi o destaque deste episódio onde um dos principais apoiadores do programa, o WTC do Sheraton, foi o tema da prova. Pena que a empresa ficou ligada na prática antiética da Vanguarda e a prova em si ficou em segundo plano.

Pela edição ficou a impressão de que a Vetor levou mais uma por ter cometido menos erros que a concorrente. Desta vez, não focaram nas possíveis brigas entre os integrantes da equipe perdedora e sim, na atitude grave que a Vanguarda não teve pudor em utilizar. Quanto à prova, tanto Rogério quanto Diego cometeu erros que comprometem uma apresentação onde o objetivo era prospectar clientes e vender o espaço como o local certo para realização de eventos de todos os tipos. Se fossem atendimentos publicitários, certamente teriam dificuldades em encher a carteira de clientes da agência.

Um dos pontos mais criticados sobre o programa é a falta de avaliação por parte de João Dória sobre acertos e erros nas provas. Desta vez, o convidado fez uma rápida e certeira análise sobre quem apresentou os projetos. Arrisco dizer que o diretor da WTC seria uma ótima opção no cargo de conselheiro do Dória, caso tivesse mais uma vaga.

Vamos à polêmica sala de reuniões que levou quase metade do programa. O show de antiética conduzido por Rogério ao lado do Fernando foi algo constrangedor de se assistir. Não acreditei quando vi que Rogério achou normal usar o nome de uma conhecida e Fernando falar em nome do presidente da ABEOC sem autorização. Sabemos que eles deveriam ser demitidos em poucos minutos, mas João devia consertar a imagem do programa frente aos seus patrocinadores e aproveitar para queimar os dois no mercado.

Como já disse em uma das resenhas da temporada passada, o programa pode ser um meio muito bom para se promover profissionalmente, mas que também tem o poder de queimar os participantes que não agirem de forma ética como se espera.

O que você achou o episódio? Deixe sua opinião nos comentários e, caso tenha perdido o episódio, assista aqui na íntegra (tem que ter cadastro no R7).

Deixe seu recado

4 Comentários

  1. Foi uma sala de reunioes mto tensa, com direito a reviravoltas de um roteiro de seriado/novela. Mas tudo mto merecido. ONDE ESSE POVO TÁ COM A CABEÇA?

    É um erro mto grave, pq eu sei que o Justus sempre comentava a prova, mas dificilmente usava VT. Quando o fazia era pra DESMENTIR um candidato e despedi-lo na hora. O mesmo ocorreu para o Dória.

    Só que eu tbm ahco que uma parte é culpa dele pq ele é mto frouxo com esses aprendizes. Ele nem sequer visita as equipes pra ver como tá. Eles fazem isso pq o Dória ‘deixa’.

  2. Caio você escreve muito bem, mas gostaria de fazer uma pequena correção no seu texto: a equipe que teve uma atitude grave foi a Vanguarda e não a Vetor conforme escrito acima. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *