Video

O limite do bom senso

Na vida, um filme, uma música e outras coisas despertam sentimentos diferentes em cada pessoa. Em se tratando de humor, a regra é a mesma. O que pode ser engraçado para mim, pode ser nojento para você e vice-versa.

Está sendo veiculado no México um comercial da Luftal, remédio que combate gases.

E você? Achou que os criativos da DraftFCB ultrapassaram a linha escatológica ou não?

Deixe seu recado

23 Comentários

  1. Escatologia? Não acho que chega a tanto. Às vezes o humor de momento do espectador dita as regras. Eu, agora, estou bem humorado o suficiente pra achar graça no comercial.

    Só acho que você entregou a surpresa do comercial, na chamada, ao citar o Luftal e gases. Se não tivesse me contado o final da piada, eu teria achado mais graça. 😀

    Eu gostei. E acho que esse tipo de comercial chama a atenção e facilmente cai na boca do povo (“você viu aquilo?” ou “vc tá parecendo o cara do comercial da Luftal”, e coisas assim).

  2. Muito bom o comercial! Nada de escatológico…

    Com a descrição dada pelo blog, cheguei a imaginar, mesmo que por um segundo, que aquela água da banheira “mudaria de cor”…Pelo menos o bom-senso imperou entrem os publicitários que realizaram a campanha.

  3. Eu achei o recurso comunicativo da agua interessante pelo produto, porém o enlasse romântico da sena não me surtiu graça. Talvez um casal de amigos em uma piscina, algo mais descontraído, fosse uma comédia mais adequada.

  4. “os criativos da DraftFCB” criativos??????
    Copiaram descaradamente um comercial (americano ou australiano) de um feijão enlatado. A única diferença é que eram uns cowboys em uma espécie de ofurô. Vc pensava q tinha hidromassagem e de repente o câmera enquadrava as várias latas de feijão q eles comeram e eles começavam a rir.

  5. ficou bem no limite..poderião ter usado de mais criatividade pra passar a msg,esse lance de gazes na agua eh meio cliche, em relação a ser escatológico ,foi a opção dele,nem todo mundo ve algo assim nojento,eu acho engraçado, até pq se trata de publicidade

  6. Achei barbaro! A utilização do bordao popular para elaborar o anuncio para mim foi sensacional. Passou perfeitamente a mensagem, nao foi ofesivo e de quebra ficou muito engraçado. As vezes utilizar da comédia e uma boa saida. Reparem na cara da atriz… Quando a banheira começa a esquentar, ela fica com um certo nojo… Sai e resolve o problema. Aposto que corre para o chuveiro para tomar outro banho! hauhahuahauhauhau

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *