Listas

7 frases de David Ogilvy que inspiram qualquer publicitário

7 frases de David Ogilvy que inspiram qualquer publicitário

Quem faz parte do mundo da publicidade, conhece um pouco da biografia e algumas frases de David Ogilvy, fundador de uma das mais famosas agências publicitárias do mundo e autor de alguns livros, sendo Confissões de um publicitário o seu livro mais famoso.

Como David começou na área de pesquisa e logo depois virou redator publicitário, nada mais natural ele ter sido um defensor da publicidade feita com base nas informações sobre o público e fazê-lo comprar o produto anunciado.

Ele fundou a agência Ogilvy&Mather em 1948 e se tornou um dos publicitários mais influentes de todos os tempos com o estilo de anúncios que sabia conversar e divertir o público. Ogilvy confiava tanto na inteligência do público que chegou a declarar: o cliente não é um idiota; ele é a sua esposa. Os anúncios mais famosos de Washington Olivetto lembram esse estilo. Quando você ler as frases e pensamentos que selecionei para este post, perceberá que eles são aplicados até hoje no mercado e até na gestão de mídias sociais.

As melhores frases de David Ogilvy

 

Sua função é vender, não deixe que nada te distraia do único propósito da publicidade.

Esta é uma das primeiras e fundamentais lições que aprendemos na faculdade. Mas, às vezes, encontramos anúncios “criativosos”, termo de Washington Olivetto para definir aquelas peças “pra prêmio”, onde se preocuparam apenas com a criatividade e esqueceram o argumento de venda.

É por isso que, por mais bonita e criativa que seja, publicidade não é arte. Ela é uma plataforma onde o cliente investe para aumentar as vendas da empresa. Por isso, não caia na tentação de fazer um anúncio bonitinho, mas ordinário.

Nunca escreva um anúncio que você não gostaria que a sua família lesse. Você não contaria mentiras para a sua própria esposa. Não conte para a minha.

No Brasil, há pouco tempo a fama do publicitário não era boa por muitos acharem que só “vendem mentiras”. Agências e anunciantes abusavam do “o melhor da categoria”, “o mais bonito” e outros elogios que, na hora da compra, não se sustentava. Ainda bem que esta imagem está mudando com o passar do tempo.

O melhor meio de aumentar as vendas de um produto, é melhorar o produto.

Por muito tempo a frase “a propaganda é a alma do negócio” foi tomada como verdade absoluta. Quem acreditava nisso contribuía com a péssima impressão dos publicitários, já que não adianta investir em uma grande agência para anunciar um produto ruim, concorda?

Os publicitários que ignoram a investigação são tão perigosos quanto os generais que ignoram os sinais do inimigo.

O lado pesquisador de David Ogilvy falou mais alto aqui. É muito importante saber para quem você falando. E as páginas do Facebook, canais do YouTube e Analytics do blog fornecem dados completos sobre quem é seu público, por exemplo. O alcance orgânico do Facebook pode ser quase zero, mas ainda é possível gerar muito engajamento com um post inspirador e que desperte o interesse da audiência. O mesmo vale para os anúncios que você cria.

O título é o mais importante elemento da maioria dos anúncios. Em média, cinco vezes mais pessoas leem o título do que o conteúdo.

No passado, era muito comum anúncios serem formados por título e texto. Mas já faz um tempo que quase todas as peças possuem só o título. Esse estilo pode ser observado nos cards postados no Facebook, por exemplo.

O título é o maior responsável por conquistar o leitor. Um dos meus posts mais populares é o 10 títulos publicitários que nenhum sobrinho é capaz de criar. Se você faz parte do mercado e ainda não leu, certamente clicou por impulso, já que usei elementos e um fato indiscutível sobre a nossa profissão. Ou seja, ele desperta o seu interesse em ler o conteúdo. Você precisa conquistar a atenção do seu público nesta hora.

A maioria das campanhas é muito complicada. Elas refletem uma longa lista de objetivos e tentam conciliar os pontos de vista divergentes de muitos executivos. Tentando alcançar muitas coisas, nada conseguem.

Pelo jeito, Ogilvy também tinha clientes onde a esposa ou marido davam opiniões tanto no briefing quanto na aprovação da campanha. Vale lembrar ao cliente que uma campanha para resolver um problema por vez é mais eficiente do que aquelas com vários objetivos.

Não aborde os seus leitores como se eles estivessem reunidos num estádio. Quando as pessoas leem o seu exemplar, elas estão sozinhas. Faça de conta que você está escrevendo uma carta para cada uma delas em nome do seu cliente.

A maioria dos veículos de comunicação usa técnicas para você sentir que está lendo algo personalizado, inclusive este post. Isso aumenta o seu envolvimento com o conteúdo e, consequentemente, com as outras pessoas. Tenha em mente em usar o “você” e outras palavras individuais na produção dos seus anúncios e conteúdo que você produz para o seu cliente. E, logicamente, o conteúdo deve ser importante para a audiência.

Estas são algumas das frases de David Ogilvy que compõem o seu “portfólio de ideias”. Por isso, sugiro que você pesquise mais sobre ele, pois existem muitas outras ideias, como o publicitário deve ter interesse genuíno no produto para ter condições de criar um anúncio sobre ele. Uma sugestão que cabe perfeitamente para os influenciadores digitais, concorda?

Para finalizar o post, fica o exemplo de um anúncio que ele criou: se você não deixar de fumar pelos seus pulmões, corações e garganta, talvez você fará pelo seu pênis. 

Confira mais conteúdo sobre publicidade, marketing digital e mídias sociais no meu canal do YouTube. Vídeo novo toda semana.

Deixe seu recado

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *